COMPLIANCE, GESTÃO DE RISCOS E CRISES

Em vigor desde 2014, a lei anticorrupção colocou o Brasil entre os países mais avançados e rigorosos do mundo no combate à corrupção. A mudança incentivou o amadurecimento do nosso ambiente de negócios e reforçou a importância dos programas de compliance nas empresas. Dentro de sua proposta multidisciplinar e integrada, o MARCELO TOSTES ADVOGADOS representa e assessora seus clientes em áreas relativas à integridade corporativa e compliance, além de atuar no desenvolvimento de políticas e programas de controle anticorrupção, segundo as características e riscos próprios de cada cliente.

 

O escritório conta também com uma moderna e eficiente política de controle interno, que visa assegurar e garantir as melhores práticas em conformidade com as leis e regulamentos. Promovemos uma cultura baseada na observância de condutas éticas e de um ambiente corporativo íntegro e transparente. O MARCELO TOSTES atua em processos de Due Diligence (em tradução literal, “Diligência prévia”), metodologia aplicada por meio de procedimentos sistemáticos preventivos de análise e avaliação detalhada de informações e documentos inerentes às práticas empresariais. Mais complexa que uma auditoria, a due diligence é um processo comumente aplicado nas fusões e aquisições como instrumento de identificação de passivos e contingências ocultas, abrangendo a realidade trabalhista, fiscal, contratual, obrigacional, societária e jurídico-contenciosa da empresa-alvo.

 

Trabalhar de forma preventiva é muito mais eficaz. É recomendável avaliar os riscos envolvidos nas operações das organizações, preparando-a para mitigar os riscos e responder adequadamente aos problemas diários. E quando bate uma crise? Isso pode ocorrer a qualquer momento. Nessa hora a imagem e credibilidade da empresa ficam sob risco e podem causar a ruína do negócio. Esteja preparado quando isso ocorrer. Conte com a estrutura do MTA para desenvolver uma cultura de avaliação de riscos e preparação para a gestão de crises.

 

• Não espere a crise estar instalada. A resposta será melhor se a organização conhecer os riscos e se preparar adequadamente para gerir a crise.
• Agilidade. Uma gestão de crises adequada se faz com decisões imediatas. Para isso é necessário estar preparado.
• A tomada de decisão nas crises deve levar em consideração todos os stakeholders.
• O principal ativo nas crises é sua credibilidade. Por isso, uma crise pode fortalecer a organização ou abalar sua reputação.

NA ÁREA DE INTEGRIDADE CORPORATIVA, COMPLIANCE E GESTÃO DE RISCOS E CRISES PRESTAMOS, DENTRE OUTROS, OS SEGUINTES SERVIÇOS:

• Avaliação e implementação de programas de compliance
• Due diligence de compliance em M&A
• Due diligence de compliance de fornecedores
• Consultoria de compliance para obtenção de certificações ISO
• Treinamentos de compliance
• Assessoria em legislação brasileira de combate a fraudes e à corrupção;
• Defesa de clientes perante as autoridades brasileiras.
• Análise e mapeamento de riscos
• Elaboração de manuais de gestão de crises
• Elaboração de modelos para comunicação inicial nas crises
• Treinamentos de gestão de crises
• Simulações de crises
• Palestras
• Consultoria em gestão de riscos e crises